Resumen GT Verdade, memória e aprendizado

Verdade, memória e aprendizado

GT Verdade, memória e aprendizado 

Membres du GT et auteur·e·s

Patricia Bedmar, Pablo Bezanilla, Emanoelle Maria, Rebeca Nunes, virnacatao, SAULO ROS MARIZ, Milena Gemir, Malina Almeida, Josilene Pinheiros

Résumé

Verdade, História e Memória parecem estar, ao mesmo tempo, em lados opostos e do mesmo lado.
Mas, o que é verdade?
A História é que define o que é a verdade? Ou é a memória que escreve a História? 
El concepto de la posverdad nace en el siglo XX, dentro del contexto del posmodernismo, como un resultado de la desaparición de verdades únicas y monolíticas propias de siglos anteriores. La verdad ya no es una, si no un caleidoscopio de distintas percepciones de la  realidad. Este término ha pasado a designar en los últimos años al uso de discursos deliberadamente falsos y se ha popularizado con el auge de figuras políticas que ofrecen hechos alternativos y explicaciones inverosímiles. 
Parece-nos que, atualmente, líderes de muitos países da Europa, das Américas e em outros continentes desejam reescrever a História de seus pontos de vista, com explicaciones inverosímiles in una realtà distopica. 
O perigo das fake news assombra, haja vista que de tão reiteradas, passam a obter o status de verdade. 
Os cinco filmes propostos pelo projeto Miriadi/2020, mesmo tendo sido produzidos em contextos distintos, lembram que a ditadura existiu e que crianças foram vítimas indefesas. Os referidos filmes registram, fazem lembrar, trazem à memória, em língua portuguesa (do Brasil), espanhola, francesa e italiana, o quanto a ditadura foi real.
Os 5 filmes devem ser vistos também como uma mensagem de alerta. Não se pode esquecer… Quantas famílias foram destruídas? Quantas crianças perderam seus pais, suas famílias? Os filmes nos ensinam a respeitar o outro e a resgatar um triste capítulo da História da humanidade. 
Autrement dit, dans n'importe quelle langue ou dans n’importe quelle société, il y a toujours eu (ou il y a encore, ou y aura, certainement et malheureusement) des dictateurs et des enfants, dont l'enfance a été perdue.
Au-delà de la langue, Machuca, Infancia clandestina, Mio fratello è figlio unico, La faute à Fidel, O ano em que meus pais saíram de férias nous apprennent à faire attention à l'Histoire, étant donné que la dictature, la misogynie, le racisme, l'homophobie, la faim, la dépression et d’autres plaies d'aujourd'hui sont réelles et peuvent exister dans les plus diverses langues et cultures.

Este Grupo de Trabalho (GT) Verdade, memória e aprendizado, desta quarta edição da formação Romanofonia e Cinema: Bambini partigiani, infancias clandestinas tem uma particularidade, dentre os demais grupos desta 4ª Edição: dentre os 8 participantes, há apenas duas línguas maternas: português do Brasil (Paraíba, Pernambuco e Maranhão) e Espanha (Salamanca e Madri).
De início, um certo sentimento de "mancanza" nos veio. “Néanmoins”, aproveitamos para aprender a compreender melhor que são duas línguas próximas, mas tão particulares que instigam a melhor conhecê-las.
A produção do Telediario de la (pos)verdad, uma ideia original de Patricia Bedmar, estudante de Salamanca, e com pequenas adaptações dos personagens/ participantes do GT, nos leva a refletir sobre a perspetiva da pós-verdade e ainda sobre o papel da memória no registro da História. Mas, o Telediariode la (pos)verdad também nos leva a “sentir” e ”viver”, em todos os sentidos, essas duas línguas de história de lutas e conquistas tanto na Península Ibérica, quanto na América Latina. 
O respeito ao outro e as descobertas, para o resgate da memória e da língua do vizinho é o convite que fazemos a todos.Conseguimos alcançar nosso objetivo, interagindo em línguas diferentes e discutindo um pouco sobre nossos entendimentos dos conceitos de história e verdade.

***************************

Realizações

Nossa produção final trata-se de uma entrevista, produzida em vídeo, e também na plataforma Instagram, os links estão disponível abaixo:

https://drive.google.com/drive/u/0/folders/1KzEXqZx2LxreIKLcYH4NLxa7jlNl...

https://www.instagram.com/gt_miriadi/

Commentaires

Grupo de Trabalho Verdade, memória e aprendizado

Verdade, História e Memória parecem estar, ao mesmo tempo, em lados opostos e do mesmo lado.
Mas, o que é verdade?
A História é que define o que é a verdade? Ou é a memória que escreve a História? 
El concepto de la posverdad nace en el siglo XX, dentro del contexto del posmodernismo, como un resultado de la desaparición de verdades únicas y monolíticas propias de siglos anteriores. La verdad ya no es una, si no un caleidoscopio de distintas percepciones de la  realidad. Este término ha pasado a designar en los últimos años al uso de discursos deliberadamente falsos y se ha popularizado con el auge de figuras políticas que ofrecen hechos alternativos y explicaciones inverosímiles. 
Parece-nos que, atualmente, líderes de muitos países da Europa, das Américas e em outros continentes desejam reescrever a História de seus pontos de vista, com explicaciones inverosímiles in una realtà distopica. 
O perigo das fake news assombra, haja vista que de tão reiteradas, passam a obter o status de verdade. 
Os cinco filmes propostos pelo projeto Miriadi/2020, mesmo tendo sido produzidos em contextos distintos, lembram que a ditadura existiu e que crianças foram vítimas indefesas. Os referidos filmes registram, fazem lembrar, trazem à memória, em língua portuguesa (do Brasil), espanhola, francesa e italiana, o quanto a ditadura foi real.
Os 5 filmes devem ser vistos também como uma mensagem de alerta. Não se pode esquecer… Quantas famílias foram destruídas? Quantas crianças perderam seus pais, suas famílias? Os filmes nos ensinam a respeitar o outro e a resgatar um triste capítulo da História da humanidade. 
Autrement dit, dans n'importe quelle langue ou dans n’importe quelle société, il y a toujours eu (ou il y a encore, ou y aura, certainement et malheureusement) des dictateurs et des enfants, dont l'enfance a été perdue.
Au-delà de la langue, Machuca, Infancia clandestina, Mio fratello è figlio unico, La faute à Fidel, O ano em que meus pais saíram de férias nous apprennent à faire attention à l'Histoire, étant donné que la dictature, la misogynie, le racisme, l'homophobie, la faim, la dépression et d’autres plaies d'aujourd'hui sont réelles et peuvent exister dans les plus diverses langues et cultures.

Este Grupo de Trabalho (GT) Verdade, memória e aprendizado, desta quarta edição da formação Romanofonia e Cinema: Bambini partigiani, infancias clandestinas tem uma particularidade, dentre os demais grupos desta 4ª Edição: dentre os 8 participantes, há apenas duas línguas maternas: português do Brasil (Paraíba, Pernambuco e Maranhão) e Espanha (Salamanca e Madri).
De início, um certo sentimento de "mancanza" nos veio. “Néanmoins”, aproveitamos para aprender a compreender melhor que são duas línguas próximas, mas tão particulares que instigam a melhor conhecê-las.
A produção do Telediario de la (pos)verdad, uma ideia original de Patricia Bedmar, estudante de Salamanca, e com pequenas adaptações dos personagens/ participantes do GT, nos leva a refletir sobre a perspetiva da pós-verdade e ainda sobre o papel da memória no registro da História. Mas, o Telediariode la (pos)verdad também nos leva a “sentir” e ”viver”, em todos os sentidos, essas duas línguas de história de lutas e conquistas tanto na Península Ibérica, quanto na América Latina. 
O respeito ao outro e as descobertas, para o resgate da memória e da língua do vizinho é o convite que fazemos a todos.Conseguimos alcançar nosso objetivo, interagindo em línguas diferentes e discutindo um pouco sobre nossos entendimentos dos conceitos de história e verdade.

***************************

Nossa produção final trata-se de uma entrevista, produzida em vídeo, e também na plataforma Instagram, os links estão disponível abaixo:

https://drive.google.com/drive/u/0/folders/1KzEXqZx2LxreIKLcYH4NLxa7jlNl...

https://www.instagram.com/gt_miriadi/

Creo que es el trabajo que más me ha gustado, porque consigue conectar las películas con las historias que estas narran y con la situación política actual. Enhorabuena a todos, especialmente por el guion! :)

il vostro lavoro è letteralmente GENIALE! L'idea del format a modalità intervista è grandiosa e il vostro prodottto finale veramente interessante. COMPLIMENTI laughyes

¡Enhorabuena! Me ha parecido un trabajo muy original. Muestra perfectamente lo que significa la posverdad en la actualidad y lo que importa tener en cuenta la memoria a lo largo de la historia.